Sofia Areal e Júlio Pomar

Memória e Liberdade
Júlio Pomar | Sofia Areal

Na Galeria Ratton de 20.09.2018 a 20.11.2018

Todo o acto criativo tem origem no mais fundo da MEMÓRIA. O bloqueio da MEMÓRIA provoca a dependência em relação aos estímulos alheios que nos cercam. É a MEMÓRIA, mesmo quando as condições exteriores ameaçam isolar-nos, que garante a LIBERDADE.

A LIBERDADE de conceito e de forma transparece em toda a obra de Júlio Pomar.

Sofia Areal soube enriquecer a MEMÓRIA em permanente diálogo com a LIBERDADE.

Nascemos com a capacidade de MEMÓRIA e com o desejo de LIBERDADE.

Júlio Moreira, Lisboa 2018

Julio Pomar Sofia Areal

FacebookTwitterGoogle+PinterestTumblrLinkedIn